× iCasei

Baixe o App do nosso casamento e busque: duduetaty

Baixar

Sobre os padrinhos

Na verdade, não há padrinho do noivo ou da noiva, os padrinhos são dos noivos. Ou seja, são pessoas especiais que em algum momento entraram em nossas vidas, compartilharam vivências. Eles fazem parte da nossa história, da nossa vida conjugal! Alguns foram muito importantes no começo do nosso relacionamento, outros conhecemos depois e se tornaram presentes, e tem aqueles também que foram sempre presentes ao longo dessa jornada de 12 anos.
Agradecemos grandemente por terem aceito o nosso convite, a presença de vocês e a energia que trarão já consideramos um grande presente!

Padrinhos da Noiva
David e ChelO David conheceu a Taty em 2001, no início da graduação em administração da Rural. Foi amizade à primeira vista! Conhecido como meu rei ou baiano, tornou-se mais que um amigo, um irmão que agregou nossas famílias e amigos que hoje temos em comum. Desde então, participou intensamente de muitas fases da vida da Taty, compartilhando experiências boas e ruins também. Afinal, amizade verdadeira é isso! O amigo cúmplice foi o primeiro a saber que a Taty tinha "ficado" com um estudante de agronomia numa festa da zootecnia (ela acreditava que ninguém conhecia o capixaba). Eis que surgiu a descoberta e a frase memorial: Tatiana, Tatiana.... tú ficou com o Eduardo - jamanta! Kkkkk, todo mundo conhece jamanta! Daí descobrimos os amigos em comum e fomos nos aproximando cada vez mais. Quando o David foi para o apartamento do Centro com o Antônio, logo tornou-se a "república" de alguns amigos e o ponto de encontro da turma. Esse prédio tem muita história, inclusive da paixão por uma vizinha loira, gaúcha, linda que recebia recadinhos que eram entregues por baixo da porta. Então, mais um casal surgiu e a Chel passou a compartilhar conosco vários momentos também: festas na Lapa, reveillons, viagens, churrascos, Rock in Rio e até roda de boteco em casa, pois o Pedrinho, flamenguista e comentarista de futebol chegou! Essa linda família sempre esteve presente em nossos momentos e agora não poderia ser diferente!

Michele e Ubiraí (Bira)A Michele é a prima da Taty, que apesar de ser mais nova, sempre foi uma amiga muito próxima. Foram criadas praticamente juntas, uma infância inteira de brincadeiras, passeios no sítio do vovô, Natais e festas familiares com muitos banhos de piscina. Desde então, foram muitas experiências em comum, trabalho, passeios, viagens e festas na Rural com o Dudu também. Embora tenhamos nos distanciado fisicamente, a proximidade afetiva e a cumplicidade continuaram a mesma! O Bira chegou depois, nos conhecemos aqui em Vitória, bem no começo do relacionamento deles. Como um bom cearense, a sua simpatia nos conquistou. O Bira e a Michele formaram uma linda família, com a Manu e o João Pedro. E será mais um lindo casal de amigos padrinhos!

Douglas e MoniqueA Monique é a amiga de infância da Taty, das festas juninas, das brincadeiras na escola e na rua. A adolescência às aproximaram ainda mais, a começar pelo trio que se formou: Simone, Monique e Tatiana. Foram muitos finais de semana trabalhando na Ilha com direito a passeios de lancha, altas noites em boites em Angra e Muriqui. A amizade, na verdade, foi uma extensão das mães. Foram muitos finais de semana compartilhados com a família, irmãos... Uma vida inteira que esse trio mantém selada a verdadeira amizade, com direito a muitas gargalhadas, muita dança, muito ombro amigo da Monique nos almoços de trabalho no Centro e um apelido bem peculiar do nosso trio kkkk. O Douglas começou a namorar a Monique e mal sabia que também tinha sido o amigo das férias de Maricá da Taty, de quilômetros a pé para ir à praia ou ao Centro da Cidade à noite com a família do Ellan. Esse mundo é realmente muito pequeno! Esse casal que tem muito em comum, principalmente brindar a vida, casaram e tiveram duas lindas princesas. Hoje nos vemos pouco, mas a amizade e a cumplicidade continuam a mesma!

Gualcir e SiméiaA Siméia, além de ser uma grande amiga da Taty desde 1997, é a madrinha da Alyssa, que sempre esteve presente em todos os momentos especiais. Até no dia do parto da Alyssa, foi a Siméia que nos conduziu até a maternidade. Uma verdadeira aventura! Uma mulher exemplar, com um coração gigante, uma anfitriã que ensinou muito o que é empatia e compaixão. Uma madrinha amiga, uma mãe amável, uma filha zelosa e cheia de determinação! Um belo dia ela encontrou o Gual, o "cara" da música do Roberto Carlos, seu príncipe encantado e hoje eles formam um casal muito charmoso. Foi numa viagem de Reveillon em Porto Seguro que estreitamos mais os laços entre os casais. Nesse passeio, coincidentemente visitamos a Igreja que iremos celebrar o casamento. Sempre que possível nos encontramos no Rio, brindamos a vida com vinho, ou um suco com uma boa pizza! O contato é constante e as redes sociais nos ajudam a compartilhar nossas vivências, conversas que são sempre muito agradáveis!

Alexandre e SimoneA simone foi apresentada à Taty pela Monique e logo formaram o trio de curtição na adolescência. São muitas histórias pra contar... A família da Simone acolheu a Taty quando ela trabalhava em Bonsucesso e na Barra, e nesse período elas e as famílias se aproximaram bastante. A Simone sempre foi aquela amiga que gostou de curtir a vida, dançar, arrumar umas saídas durante a semana. Esse trio viveu umas aventuras muito loucas na adolescência. Mas ela sempre foi muito família, e quando os familiares decidiram mudar para Salvador, ela ficou no Rio e a Taty foi a maior incentivadora da ida dela para junto deles. Inclusive resolveu toda a logística e embarcou a amiga. Meses depois, em Salvador, eis que a Simone conheceu o Alexandre, e desde então não desgrudaram mais, casaram e têm dois filhos lindos. Nossos contatos foram sempre constantes, apesar dela ter morado nos lugares mais remotos como Araguaína/TO e Vitória da Conquista/BA. Quando conseguiram voltar para Salvador, coincidentemente a Taty e a Alyssa foram estudar na UFBA. Assim, os encontros familiares foram retomados, as longas conversas, as gargalhadas, os churrascos e a cumplicidade. Dudu e Alexandre formaram uma bela parceria de levantamento de copo e de churrasco, sendo que o churrasqueiro oficial é sempre o Dudu, quem vem conquistando também novos amigos baianos com os seus dotes culinários, a sua simplicidade e a sua simpatia.

DarlaneEssa é mais uma amiga baiana que veio do ciclo de amizades do Rei David! No verão de 2002 a Taty conheceu a Darlane em Eunápolis, num churrasco na casa do David, que sempre promove esses encontros entre amigos, seja na Bahia ou seja no Rio. Desde então, em algumas viagens à Porto Seguro, Arraial da Ajuda, Salvador e Rio de Janeiro, o encontro era garantido! Darlane conheceu o Eduardo num churrasco na casa da Taty, quando estava visitando o Rio com umas primas, tornando-se amiga do casal. Essa amiga acolhedora e sempre animada para participar de qualquer evento, tornou-se mais uma anfitriã na Bahia, organizadora do Bloco Soberano para os carnavais em Salvador, Rs! Esse trio de cidades Rio-Vitória-Salvador, de um modo ou de outro estavam na ponte aérea Rio-Salvador, seja para festejos como o Rock in Rio, Copa do Mundo ou Olimpíadas, ou até mesmo para congresso, concursos, etc. Afinal, nem só de diversão vivemos! De fato, todas essas acolhidas nos aproximaram cada vez mais. Temos um carinho imenso pela Dadá e a sua família, por todo o apoio dado a Alyssa e a Taty nesses dois últimos anos em Salvador. Essa parceria é forte e para todas as horas!

JanilO Janil é amigo do Dudu desde 2001, quando ingressaram em Agronomia na Rural. Conhecido como o "cantor" das Quintanejas da Rural, fez parte da nossa história desde o começo. Conheceu a Taty em 2006, foi na sua formatura junto com o Elber, para dar um apoio moral ao amigo Dudu que estava encarando a família de frente pela primeira vez (rs). Por um curto período um pouco afastados, ele veio morar em Vitória e também foi trabalhar no IDAF com o Dudu. Assim, retomamos os encontros em casa, no Pezão, nos churrascos de fim de ano, nos aniversários e nos compromissos de trabalho. Esse capixaba tranquilo, pai do Lucas, também tornou-se aquele amigo da comunidade ruralina no ES e não ficaria de fora dessa responsabilidade!

Padrinhos do Noivo
Karlos e CrisAlém de ser meu primo, eu e o Karlos estudamos juntos desde as primeiras séries até a universidade. Na UFRRJ ele conheceu a Cris, com quem constituiu uma bela família, a começar pela Bruninha que nasceu um pouco mais de um mês antes do Yuri, meu filho. Esse casal de amigos sempre esteve presente em nossa história, nos ajudaram muito no nosso período inicial em Linhares/ES e foram nossos parceiros constantes de churrascos e pizzas.

Ademar e SamiraEstudei com o Ademar desde o 2º Grau no Ifes de Itapina, na graduação e mestrado no UFRRJ onde dividimos República e sempre estudamos em grupo (para as analíticas, bioquímicas da vida kkkk) e trabalhamos juntos no mesmo órgão Estadual até hoje. Um grande amigo que se casou com a Samira que também passou a ser amiga tbm desde a época que eles namoravam. Agora há tbm mais um amiguinho - o Arthur.

Junior e Adelzira (Doly)Em 2001 quando o Dudu ingressou na Rural, a Dolly fazia parte de um grupo de baianos da Cidade de Eunápolis e já no primeiro período se tornaram amigos. A Dolly depois conheceu a Taty e se tornaram grandes amigas também. Aí chegou o nosso amigo capixaba Júnior, de mansinho e conquistou o coração da Dolly. Pronto! Mais um casal ruralino, amigos bem chegados da graduação para a vida! A Dolly foi quem despertou a Taty de que o Dudu era um "menino bom", rs. Pra casar! Entre estudos e apreciação de cervejas artesanais, entre mestrados e doutorados, entre chá de bebê e aniversários infantis e juvenis; nossos encontros e laços foram se estreitando e ampliando com a cumplicidade, o convívio com a família e os lindos filhos Miguel e Tomás, desde as férias na Bahia, do ombro amigo nos momentos difíceis e dos incontáveis almoços, cafés e churrascos - no Rio, em Vitória e na Bahia! Somos uma extensão familiar da comunidade ruralina capixaba.

Luiz Augusto (Guto) e LaniEssa dupla é inigualável. Nos conhecemos por intermédio do amigo Rogério em 2010. Desde de então, a empatia foi muito alta e passamos a ter um grande laço de amizade, unido também pela gastronomia que é um dos nossos prazeres em comum. São os nossos amigos legais, incluindo o Lucas, que esteve presente em grande parte do nosso convívio, no qual sempre nutrimos um carinho mútuo. Mais um casal que faz parte da nossa "família capixaba", amigos para todas as horas, compartilhando vários momentos: desde churrascos (muitos), bons vinhos acompanhados de risotos e outras iguarias, shows, viagens, preparo de docinhos para as festinhas das família, encontros em bares e restaurantes, e é claro, em nossas residências (principalmente na deles - belos anfitriões, rs).

Elber e RobertaO Elber fez na agronomia Rural com o Dudu e desde 2001 tornaram-se grandes amigos. Ele sempre foi um grande parceiro desde os momentos de estudos até as chopadas da Rural. Nós tivemos a honra de sermos padrinhos de seu casamento com a Roberta (essa baiana gente boa que também se tornou nossa amiga). Em nossas idas frequentes para a Bahia, sempre nos encontramos em Eunápolis ou em Porto para colocarmos o papo em dia. O fato é que a casa deles sempre nos abriga, a família nos acolhe e a Manu é a pessoinha mais especial que sempre nos recebe com um sorriso maroto e um cheiro gostoso!

MarcelaA Marcela é a prima da Taty, uma grande amiga desde a infância. Foram criadas juntas, entre vários primos, muita diversão, muito chororô também porque sempre rolava aqueles ciúmes de infância, né Barcela. Muitas aventuras no sítio do vovô, na casa da vovó, nas festas juninas e bloquinhos de carnaval. Nos distanciamos um pouco em um certo intervalo que moramos longe, mas na fase adulta, nos reaproximamos bastante. A Marcela teve uma participação muito especial no começo do nosso relacionamento. Inclusive, foi ela quem apelidou o Dudu de "ursinho" num show do Rappa na Rural. Foram vários momentos juntos no início do nosso relacionamento. Esses encontros foram marcantes em nossas vidas, tanto no Rio quanto em Seropédica (Rs)! Apesar da distância, o amor de prima e de amiga sempre supera esse obstáculo e seguimos nos vendo e vivendo bons momentos, sempre que possível.

RogérioEsse é o nosso grande amigo Rogério, que nos recebeu de braços abertos em Aracruz/ES em 2009. Desde então, é aquele amigo que está presente em todas as horas: Natal, Reveillon, Micareta, muitos churrascos e festas de final de ano do IDAF, shows nacionais e internacionais. Ou seja, falou em festa, diversão, Rock in Rio, não temos como não lembrar do Rogério, "black dog" para os íntimos. Até nossos filhos, Alyssa e Ruy, são grandes amigos! O melhor anfitrião, por mais que seja difícil ser amigo dele (como diz uma amiga, rs). Difícil é acompanhar a sua energia, alegria e o seu jeito canastrão, acolhedor e carismático que nos conquistou, assim como nossa família!